Buscar

Palestra: Escrituração Fiscal na EFD em Substituição à DIME


O projeto de migração da DIME para a EFD.


Encaminhamentos e trabalhos que estão sendo adotados.


Alterações na legislação tributária que envolvem o processo.


Forma conceitual da escrituração fiscal.


Detalhamentos relacionados à:


1) A escrituração dos Créditos (DCIP) e da conta corrente do ICMS.

2) O cálculo do Movimento Econômico.

3) A forma de tratamento dos créditos acumulados de ICMS.

4) A apuração do imposto devido em operações sujeitas a apuração em separado (créditos presumidos e outras apurações).

5) A forma de retificações da EFD.

Criação de um canal de comunicação para interagir com a SEF-SC no processo de migração.


Palestrante: Roque Bach

Formado Ciências Contábeis pela FUNDESTE, com Pós-graduação em Contabilidade Avançada pela UNB e Contabilidade Pública pela UFSC. Auditor Fiscal da Fazenda Estadual, lotado na Gerencia Regional da Fazenda Estadual em Chapecó, com 34 anos de atividade na SEF. Ex-coordenador do Grupo de Especialistas em Combustíveis e Lubrificantes (GESCOL) e atual Coordenador do Grupo de Trabalho com vistas à extinção da DIME.


Fonte: Eventos CRC/SC

Posts recentes

Ver tudo

Alguns apontamentos sobre a imunidade tributária

1 Introdução Neste breve artigo iremos focar alguns dos aspectos mais relevantes da imunidade tributária que ainda continuam suscitando controvérsias doutrinárias ou jurisprudenciais. 2 Conceito de im

© 2020 - Contador SC.