Buscar

Dispensada apresentação de documentos originais para requerimento de benefícios e atualização

Dispensada apresentação de documentos originais para requerimento de benefícios e atualização de CNIS


O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) definiu que fica dispensada a apresentação de documentos originais necessários à:


I - atualização do Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS); e


II - análise de requerimentos de benefícios e serviços


Referida determinação já consta no Regulamento da Previdência Social (RPS), aprovado pelo Decreto 3.048/1999, o qual prevê que os documentos necessários nas mencionadas situações poderão ser apresentados em cópias simples, em meio físico ou eletrônico, dispensada a sua autenticação, exceto nas hipóteses em que haja previsão legal expressa e de dúvida fundada quanto à autenticidade ou à integridade do documento, ressalvada a possibilidade de o INSS exigir, a qualquer tempo, os documentos originais, situação em que o responsável pela apresentação das cópias ficará sujeito às sanções administrativas, civis e penais aplicáveis.


Ressalte-se que:


I - o registro da juntada do documento com uso de login e senha no MEU INSS é suficiente para identificação do responsável;


II - as determinações ora em questão são aplicáveis imediatamente, inclusive aos requerimentos em curso e em qualquer fase do processo de reconhecimento e manutenção de direitos, inclusive à procuração ou outro instrumento de representação, para segurados urbanos e rurais, exceto em processos de apuração de indícios de irregularidade, cuja origem sejam as informações contidas nesses documentos;


II - o servidor do INSS responsável pela análise das cópias de documentos recebidos deverá confrontá-los com as informações constantes dos sistemas corporativos, especialmente o CNIS, como meio auxiliar na formação de convicção quanto à integridade ou à autenticidade do documento.


(Portaria INSS nº 892/2020 - DOU de 03.09.2020)


Fonte: Editorial IOB

Posts recentes

Ver tudo

FAP 2020 será disponibilizado em 30 de setembro

Serão disponibilizados pelo Ministério da Economia (ME), no dia 30 de setembro de 2020, entre outras informações, o Fator Acidentário de Prevenção (FAP) calculado em 2020 e vigente para o ano de 2021,

© 2020 - Contador SC.