Buscar

Como avaliar a gestão de uma empresa?

Saber avaliar a gestão de uma empresa é essencial, tanto para os que empreendem e investem seu tempo e dinheiro em alguma companhia quanto para investidores que compram ativos no mercado acionário.


Ao contrário do que você possa imaginar, fazer a análise geral de uma empresa não é algo complicado e que somente profissionais do ramo conseguem fazer. Todos – e, inclusive, os investidores que compram ativos na Bolsa de Valores – podem e devem realizar essa atividade.


Contudo, esta avaliação exige atenção e tempo para se ter uma noção completa da situação da companhia. Então, como fazer uma boa avaliação da gestão de um negócio?


Esse é o assunto deste artigo. Acompanhe a leitura e saiba mais!


Por que avaliar a gestão de um empresa é importante?

Um empreendimento, seja qual for o ramo de negócio em que atua, está sujeito a todo tipo de mudanças internas. Elas podem surgir no seu capital de recursos humanos, na gestão ou mesmo na administração.


Além disso, fatores externos, como decisões políticas e oscilações na economia, também podem afetar o desempenho da companhia.


De modo geral, avaliações sobre a gestão – e da empresa como um todo – podem ajudar a melhorar processos e diversas outras questões capazes de serem aprimoradas em uma empresa. Por meio desse mecanismo, a companhia poderá enxergar suas forças, fraquezas e ter uma visão clara sobre sua real situação para projetar-se com foco nos desafios futuros.


Por outro lado, o investidor que faz investimentos em ações na Bolsa de Valores precisa analisar as empresas disponíveis para realizar as suas escolhas com um pouco mais de confiança e segurança.


Afinal, você como investidor, quando compra um ativo, torna-se um acionista da companhia. Ou seja, você estará aportando seu dinheiro na empresa esperando bons resultados. E quem não conhece as empresas nas quais investem pode acabar prejudicando seus investimentos.


Um investidor, portanto, jamais deve comprar uma ação sem saber a real situação da empresa que a emitiu. Isso seria um tiro no escuro. Apesar de os investimentos na bolsa não serem certos e garantidos, analisar a gestão da empresa, portanto, ajuda a tomar melhores decisões.


E como o investidor pode fazer essas análises da gestão empresarial? Explicarei melhor sobre isso no próximo tópico.


Como fazer uma análise de gestão eficiente?

Como comentei anteriormente, a análise da gestão não é uma ferramenta exclusiva de certos profissionais. E os investidores, a partir de um conhecimento mais apurado sobre o assunto, são perfeitamente capazes de fazer esta análise.


No entanto, saiba que este é um processo trabalhoso e que requer muita atenção, pesquisa e conhecimento de alguns pressupostos elementares. Estudar as companhias não é fácil e muito menos rápido.


O processo do investidor para analisar as companhias listadas na bolsa envolve conhecimentos matemáticos, administrativos, econômicos, contábeis, legais e capacidade de interpretação dos dados encontrados.


Além desses conhecimentos, o investidor precisa também entender os aspectos pessoais do empreendimento, como os produtos ou serviços oferecidos e, ainda, avaliar pessoas. Ou seja, precisam ser aferidas questões referentes à relação destas empresas com clientes, acionistas, funcionários e fornecedores. E, claro, a gestão.


Avaliar pessoas pode ser muito difícil. Acredito, inclusive, que esta análise seja a mais difícil de todas. No entanto, avaliar pessoas e, principalmente, o processo e a equipe de gestão da empresa é fundamental. Afinal, são as pessoas que fazem as empresas crescerem e se destacarem no mercado.


Uma gestão e administração adequadas fazem de uma companhia um sucesso ou um total fracasso. Apesar de trabalhoso, tudo isso lhe ajudará a tomar decisões mais seguras nos investimentos.


Como avaliar a saúde e a gestão da empresa?

Muitas pessoas investem de maneira intuitiva, apostando no que está em alta no momento. Contudo, momentos de alta não significam certeza de bons retornos. Por isso, a análise do histórico, dos dados disponíveis e de outras diversas informações precisa ser desenvolvida.


Mas como fazer esta avaliação da saúde e gestão da companhia, na prática? Há diversas maneiras de avaliar se a gestão de uma empresa vai bem ou não.


A seguir, apresento quatro pontos que podem ajudá-lo a fazer uma avaliação inicial da gestão e da saúde do negócio.


1. Avalie a posição da empresa no mercado

Um dos primeiros pontos que você deve considerar antes de comprar ações de uma determinada companhia é a sua reputação no mercado. Você sabe como ela trata seus clientes, qual o produto ou serviço que vende e quais são as pessoas que estão no comando?


Busque respostas para essas perguntas. Lembre-se que as pessoas à frente da empresa fazem enorme diferença no desempenho dela.


Tanto que, quando há mudanças nesse quadro, é normal investidores ficarem preocupados, buscando saber quem são as novas lideranças. Quando ocorrem, inclusive, estas mudanças costumam resultar em oscilações no preço das ações no mercado.


2. Pesquise sobre a estabilidade financeira da empresa

É fundamental saber como a empresa lida com o dinheiro. Busque analisar seu histórico e veja questões como: fluxo de caixa, lucratividade, nível de endividamento, crescimento e outras questões financeiras.


Veja também se está sólida e tem credibilidade no mercado, analise seu ramo e compare com seus concorrentes.


Empreendimentos com uma boa credibilidade podem conseguir manter-se em pé até nos momentos de crises financeiras. E, assim, gerar lucros para seus acionistas até nos momentos mais adversos.


3. Avalie o histórico da empresa

Olhar para o passado do negócio é uma das partes mais importantes ao avaliar a gestão de uma empresa. Se a companhia está há muito tempo na bolsa, avalie o histórico das ações e o lucro que os acionistas tiveram.


Além disso, observe seu histórico de crescimento, lucro, como se comportou na crise e em momentos destoantes. Verifique como solucionaram eventuais problemas e como questões políticos (políticas) e ou econômicas afetaram (ou não) seu desempenho.


4. Veja o que a empresa planeja para seu futuro

Os investimentos na bolsa podem ser boas opções para o longo prazo. Por isso, procure entender quais são os planos da empresa para o futuro, possíveis riscos aos quais ela poderá estar exposta no futuro e, principalmente, se a companhia pretende fazer mudanças no seu pessoal e nas lideranças.


Além disso, leia as notícias sobre o setor, esteja de olho no cenário econômico e nas informações que a própria empresa disponibiliza.


Avaliar a gestão de uma empresa é complexo e exige muito trabalho, mas é essencial que o investidor o faça – a fim de tomar melhores decisões na hora de investir no mercado financeiro.


Como o processo envolve diferentes tipos de conhecimentos, as quatro dicas que apresentei aqui podem ser considerados os primeiros passos para avaliar a gestão de uma empresa. Contudo, eles já podem lhe ajudar – e muito – a analisar uma companhia antes de fazer seus aportes.


Portanto, siga as dicas do artigo, busque as informações necessárias e faça escolhas conscientes na bolsa de valores!


Fonte: Josekobori.com.br/

Posts recentes

Ver tudo

Ganhos ou perdas de capital na determinação do lucro

(…) nesse contexto que aparecem as diretrizes constitucionais para a tributação da “renda” pelo legislador da União, vocábulo (“renda”) que, na perspectiva da pessoa jurídica, é traduzido pelo conceit

© 2020 - Contador SC.