Buscar

CFC envia ofício à Caixa Econômica solicitando correções no sistema do Sefip

O Conselho Federal de Contabilidade (CFC) enviou um ofício à Caixa Econômica Federal (CEF) para apresentar problemas encontrados no funcionamento do aplicativo do Sistema Empresa de Recolhimento do FGTS e Informações à Previdência Social (Sefip). No documento, o Conselho solicita que melhorias sejam implementadas no sistema para que ocorra o cumprimento da consolidação dos dados cadastrais e financeiros dos contribuintes e trabalhadores e repasse ao FGTS e à Previdência Social.


O Ofício nº 300/2021 CFC-Direx apresenta as principais dificuldades que os profissionais da contabilidade estão enfrentando para a transmissão de arquivos via Conectividade Social. Entre os problemas relatados pelo CFC, estão situações como a inoperância na geração das guias de parcelamento instituídas em 2020, guias de parcelamento pagas e não baixadas, guias emitidas com erro pelo sistema, o mau funcionamento do canal de atendimento 4004-0104, a instabilidade para a geração das guias de FGTS quando próximo aos períodos de apuração do imposto, o congestionamento do sistema e a demora no retorno dos protocolos de transmissão dos arquivos e os valores recolhidos que não constam nas contas dos empregados.


No documento, assinado pelo presidente do CFC, contador Zulmir Breda, é ressaltado ainda o retrabalho que os profissionais da contabilidade têm tido ao realizarem suas atividades relacionadas ao Sefip e os problemas de comunicação com a CEF. No ofício, também é destacada a preocupação com a entrada do grupo 3 no eSocial e a possível ampliação dessas dificuldades. “Ao considerarmos a iminente entrada do grupo 3 no eSocial, nossa preocupação se torna ainda maior, visto o alto volume de empresas abrangidas”, pontua o texto.


Para ler o ofício, clique aqui.


Fonte: CFC