Buscar

Auxílio emergencial poderá ser movimentado via Pix a partir de 30 de abril

Não será permitida, entretanto, a transferência para contas de mesma titularidade


Os recursos do auxílio emergencial poderão ser movimentados por meio do Pix a partir de sexta-feira da próxima semana, dia 30 de abril, afirmou nesta quinta-feira o Banco Central (BC). Não será permitida, entretanto, a transferência para contas de mesma titularidade.


"Tal excepcionalidade se faz necessária visando a proteção dos usuários, uma vez que tais recursos não podem ser objeto de descontos ou de compensações que impliquem a redução do valor do auxílio", disse a autoridade monetária em comunicado.


O BC anunciou ainda outras duas novidades relacionadas ao sistema de pagamentos instântaneos.


Uma diz respeito ao Pix Cobrança - ferramenta que permite a cobrança em datas futuras por meio da geração de QR Code. Ela entra em vigor em 14 de maio.


Mas as instituições que não conseguirem oferecer a leitura do QR Code e o pagamento em data futura até 30 de junho "terão que, no mínimo, possibilitar a leitura e o pagamento na data da leitura do QR Code, com todos os encargos e abatimentos calculados corretamente".


A partir de 1º de julho, entretanto, todos os participantes que ofertarem o Pix cobrança - a oferta é facultativa - precisarão disponibilizar a leitura e o pagamento do QR Code para data futura.


Fonte: Valorinveste.globo.com