Buscar

Auxílio-doença de 1 salário-mínimo concedido até outubro é operacionalizado

Foi definido que às antecipações de auxílio-doença (atualmente denominado auxílio por incapacidade temporária) concedidas entre 3 de julho e 31 de outubro de 2020, e que não foram objeto de prorrogação após essa data, aplica-se o disposto na Portaria Conjunta SEPRT/INSS nº 53/2020.


Assim:


I - a confirmação da concessão do benefício ocorrerá mediante aproveitamento da análise preliminar de conformidade dos atestados médicos, realizado pela perícia médica federal;


II - reconhecido em definitivo o direito ao auxílio por incapacidade temporária, seu valor será devido a partir da data de início do benefício (DIB), deduzindo-se os valores antecipados. Para tais fins, considera-se:

a) data do início do repouso:


- a data do início da incapacidade (DII), e


- a data de início da doença (DID), sem prejuízo de posterior revisão;

b) data de cessação do benefício (DCB):


- a data do início do repouso, acrescida da quantidade de dias do repouso, subtraída de um dia.


Fica assegurado o direito de revisão dos benefícios concedidos com base nos citados termos.


(Portaria Conjunta SEPRT/INSS nº 84/2020 - DOU 1 de 23.11.2020)


Fonte: Editorial IOB

Posts recentes

Ver tudo

Breve exame da EC nº 109, de 15-3-2021

Essa Emenda, resultante da PEC Emergencial de nº 186/2019, contém a seguinte ementa que, por si só, dá a ideia do tamanho da mutilação da Constituição: Altera os arts. 29-A, 37, 49, 84, 163, 165, 167,

© 2020 - Contador SC.