Buscar

7 meios de internacionalizar as organizações

Todas as organizações – desde as pequenas até as gigantescas – têm uma variedade de meios para se envolverem em negócios internacionais. Trata-se de desenvolver mercados para seus produtos em outros países, o que envolve terceirização (fontes externas), exportação, licenciamento e investimentos diretos. São estratégias de entrada em mercados que representam meios alternativos para vender produtos e serviços em mercados estrangeiros. Veja 7 meios de internacionalizar as organizações:


7 meios de internacionalizar as organizações

1. Fontes externas

E a busca de fontes de suprimento em outros países, o global outsourcing. Significa o engajamento em uma divisão de trabalho internacional, de modo que a manufatura possa ser feita em outros países com fontes de trabalho e de fornecimento mais baratas. Uma empresa instalada em um país pode contratar um fornecedor (terceirizado) de outro país situado a quilômetros de distância para obter melhor qualidade a custos mais baixos. A Adidas e a Reebok utilizam amplamente o suprimento e a manufatura em diferentes países. O carro mundial da Volkswagen, Ford, GM, Fiat e de outras montadoras se baseia no conceito de global outsourcing.


2. Exportação

A organização pode manter suas instalações de produção na nação de origem e transferir seus produtos para a venda em países estrangeiros. A exportação permite entrar nos mercados de outros países com pequenos custos adicionais e riscos limitados. Embora tenha de enfrentar numerosos problemas como distância física, regulações legislativas, moedas estrangeiras e diferenças culturais, a exportação é menos onerosa que a aplicação de capital da organização na construção de fábricas em outros países.


3. Licenciamento

Por meio do licenciamento, a organização – a licenciadora – disponibiliza recursos para uma organização em outro país – a licenciada –, permitindo que ela produza e comercialize um produto similar ao que a licenciadora produz. Esses recursos incluem habilidades administrativas, direitos de patente, de cópia e tecnologia. Este tipo de contrato permite ao licenciado a oportunidade de participar na produção e nas vendas de produtos fora do país de origem do licenciador. A empresa Hasbro deixou de ser fabricante de brinquedos para promover licenciamento de produção em vários países da América Latina, Japão e Tigres Asiáticos após assentar a identidade de sua marca de brinquedos no mercado internacional.


4. Franquia (franchising)

É uma forma de licenciamento em que o franqueador proporciona franquia com um completo pacote de serviços e materiais que incluem equipamentos, produto, ingredientes do produto, marca e direitos de marca, assessoria administrativa e sistemas padronizados de operação. Alguns dos mais conhecidos franqueadores – McDonald’s, Burger King, KFC (Kentucky Fried Chicken), Pizza Hut, Boticário – são encontrados em quase todas as capitais do mundo. São organizações globais. Daft conta uma história de crianças japonesas que ao visitarem Los Angeles exclamaram entusiasmadas aos seus pais: “puxa, eles também têm McDonald’s na América!”.


5. Investimento direto

Representa um investimento direto em instalações de manufatura em outro país e um alto nível de envolvimento no comércio internacional. O investimento direto significa que a organização está envolvida em administrar diretamente os ativos produtivos em outra nação. Isso é diferente das outras estratégias de entrada que permitem menor controle administrativo.


6. Empreendimentos conjuntos (joint ventures)


O tipo mais comum de investimento direto é o engajamento em alianças e parcerias estratégicas, como o empreendimento conjunto (joint venture). Nele, a organização compartilha custos e riscos com outra organização, geralmente no país hospedeiro, para desenvolver novos produtos, construir uma nova instalação manufatureira ou estabelecer uma rede de vendas e distribuição. Em geral, a parceria constitui a maneira mais rápida, barata e de menor risco para jogar nos negócios globais.


Organizações gigantescas como a AT&T (American Telephone & Telegraph) americana e a NEC Corporation japonesa juntam forças para compartilhar tecnologia e produção de microchips. Outras, como a americana Texas Instruments e a japonesa Kobe Steel, ou a japonesa Mitsubishi e a alemã Daimler-Benz AG, ou ainda a americana General Motors e a japonesa Toyota, são exemplos conhecidos de empreendimentos conjuntos (joint ventures).


7. Filiais estrangeiras

Outro investimento direto é manter uma filial estrangeira de capital local sobre a qual a organização tem controle completo. O investimento direto proporciona redução de custos em relação à exportação pelo fato de estabelecer canais de distribuição mais curtos e rápidos e reduzir custos de estocagem e de transporte. Administradores locais são mais ajustados às condições econômicas, culturais e políticas do país estrangeiro. Muitas organizações na área de propaganda estão envolvidas em investimentos diretos na construção de agências ao redor do mundo para oferecer serviços de propaganda a organizações globalizadas. A Saatchi & Saatchi baseada em Londres tem várias agências de propaganda na Europa, Estados Unidos e Brasil. O mesmo ocorre com outras conhecidas agências de propaganda.


IDALBERTO CHIAVENATO

Idalberto Chiavenato é Doutor (PhD) e Mestre (MBA) em Administração pela City University of Los Angeles-CA, EUA, especialista em Administração de Empresas pela FGV-EAESP, graduado em Filosofia/Pedagogia, com especialização em Psicologia Educacional pela USP e em Direito pela Universidade Mackenzie. É professor honorário de várias universidades do exterior e renomado palestrante ao redor do mundo. É autor de mais de 30 livros das áreas de Administração, Recursos Humanos, Estratégia Organizacional, Comportamento Organizacional publicados no Brasil e no exterior. É fundador e presidente do Instituto Chiavenato, conselheiro do CRA-SP e membro vitalício da Academia Brasileira de Ciências da Administração onde ocupa a cadeira nº 47. Recebeu dois títulos de Doutor Honoris Causa por universidades latino-americanas e a Comenda de Recursos Humanos pela ABRH-Nacional.


Fonte: Gennegociosegestao.com.br/

Posts recentes

Ver tudo

© 2020 - Contador SC.